Buscar
  • M.V. Karin Trannin

Alzheimer ou Síndrome da Disfunção Cognitiva em Gatos


O envelhecimento é um processo biológico natural de todas as espécies. Com ele vem uma modificação progressiva das células, com a perda gradual da capacidade de aprendizagem, memória e desempenho.

Em alguns casos, o declínio progressivo das funções cognitivas associado a idade avançada juntamente com distúrbio do sono, inapetência e agressividade, podem levar o Médico Veterinário a suspeitar da Síndrome da Disfunção Cognitiva (SDC). Um dos sinais clínicos importante desta doença, é o excesso de vocalização. Além disso, o gato também pode usar de forma incorreta a caixa de areia, sofrer com alterações no ciclo do sono, o gato não dorme à noite, vocaliza e fica andando por toda a casa. É comum a diminuição do apetite, o aumento da irritabilidade, com alguns casos de agressão ao tutor e outros deixam de interagir com as pessoas da casa, demonstram desorientação e excesso de limpeza.

É sempre muito importante que o diagnóstico seja dado por um Médico Veterinário, já que muitos desses sinais fazem parte de algumas doenças dos gatos.

Existe uma luz no fim do túnel?

Sim! É possível desacelerar o processo degenerativo.

Como?

Através do enriquecimento ambiental, dieta específica para idoso, suplementos nutracêuticos, fármacos quando necessário e adaptações do ambiente.

Como deve ser o ambiente para o meu Gato Idoso?

Resumidamente você precisa proteger o seu gato do frio, proporcionar um ambiente sem perturbações e fornecer sempre um alimento específico para a idade do felino.

Dicas para ter um ambiente ideal:

- não mude a casinha do seu gato do local onde ele mais gosta. Use uma manta macia para dar aconchego e escolha um local livre de agitação.

- você também pode colocar caminhas adicionais, principalmente se sua casa tiver dois pisos.

- coloque uma almofada próximo a varanda ou janela para os banhos de sol.

- use potes de água adicionais e próximos a caminhas. Seu gato não vai levantar para ir tomar água no outro lado da casa, ele vai preferir ficar com sede!

- se você gosta de usar difusores em casa, prefira os de lavanda e suaves, lembre-se que os cheiros cítricos são aversivos para os gatos.

- não mude o ambiente. Evite reformas e adapte o ambiente familiar para conviver com um gato idoso.

- coloque escadinhas para que ele suba no sofá ou na cama. Lembre-se, gatos dissimulam dores, nem sempre você vai ver que o seu gato está mancando.

Devo brincar com o meu Gato?

Sim, sempre!

- as brincadeiras devem ser curtas, diárias e estimulantes. Sempre utilize objetos novos

- use brinquedos dispensadores de comida

- use catnip, feromônios sintéticos como o Feliway. É uma forma de estimular sensorialmente o gato

Finalmente, fortaleça as relações existentes com o seu gato e não adquire outro. Na hora de relaxar, ofereça carinho e massagens se ele gostar. E evite viagens, mudanças, banho, tosa e novos moradores.


37 visualizações

ESPERAMOS SEU CONTATO

45 3306 6501 | 9 8801 0036

Rua Marechal Cândido Rondon, 3110 - Cascavel - PR

Atendimento: 09h - 12h | 13h30 - 18h30

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 - 2020 -  Só Gatos - Consultório de Felinos